quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

A osteoporose

A osteoporose torna os ossos frágeis e quebradiços - tão frágeis que uma queda ou até mesmo leve, como sublinha curvando-se ou tossir pode causar uma fratura. Fraturas relacionadas à osteoporose ocorrem mais comumente no quadril, punho ou coluna.

O osso é um tecido vivo, que está constantemente sendo absorvido e substituído. A osteoporose ocorre quando a criação de um novo osso não manter-se com a remoção de osso velho.

A osteoporose afeta homens e mulheres de todas as raças. Mas as mulheres brancas e asiáticas - especialmente aqueles que já tiveram a menopausa - estão em maior risco. Medicamentos, suplementos alimentares e exercício de peso pode ajudar a fortalecer os ossos.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Suco de tomate pode prevenir contra osteoporose

Dois ou três copos de suco de tomate por dia mantêm a osteoporose longe, concluíram cientistas canadenses. O diferencial da bebida é o licopeno, já considerado eficiente na prevenção de outras doenças, como o câncer de próstata e problemas cardíacos.

A descoberta não foi um acaso, foi resultado de uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá. Os cientistas pediram a 60 mulheres na menopausa, entre 50 e 60 anos, que cortassem todo o tomate de suas dietas por um mês. O novo hábito alimentar aumentou em todas elas os níveis de um químico que é normalmente liberado pelo corpo quando ossos são quebrados, o N-telopeptídeo.

A etapa seguinte do estudo durou quatro meses. Durante esse tempo, algumas dessas mulheres tomaram duas doses diárias de suco de tomate contendo 15 mg de licopeno, outras, uma versão com 35mg, um terceiro grupo, cápsulas da substância e as últimas receberam pílulas de efeito placebo. Resultado: as que ingeriram qualquer das substâncias com licopeno tiveram seus níveis de N-telopeptídeo consideravelmente reduzidos. Mas o benefício não foi estendido àquelas que tomavam as pílulas de farinha.

E os pesquisadores ainda garantem que o suco de tomate encontrado em supermercados ajuda tanto no fortalecimento de ossos frágeis quanto o usado no estudo.

sábado, 31 de julho de 2010

Osteoporose afeta mulheres com mais de 50

A Osteoporose pode ser evitada e tratada com o consumo adequado de lácteos. Ela causa a diminuição da massa óssea e deterioração estrutural ocasionadas pela carência de cálcio, que muitas vezes só é percebida no caso de uma fratura. A doença tornou-se problema de saúde pública, devido ao aumento do número de casos com a maior expectativa de vida associada ao sedentarismo.
De acordo com a nutricionista Danyela Gerolin Costa, a maior parte dos casos de osteoporose é apresentada por mulheres com mais de 50 anos, quando entram no período da menopausa. “Em virtude de uma redução fisiológica dos níveis de estrógeno. Consequentemente, há uma diminuição da absorção do cálcio pelo intestino e posterior redução da deposição desse elemento nos ossos, tornando-os menos resistentes”, explica.

A manifestação da doença geralmente começa aos 40, mas existe prevenção.

“A ingestão de uma dieta saudável rica em cálcio, deve ser iniciada na infância e mantida ao longo da vida, para que seja incorporada à massa óssea uma maior quantidade de cálcio, reduzindo, portanto, a necessidade de alguma correção na maturidade”, alerta Danyela. Para a nutricionista é a queda no consumo de lácteos logo após a infância ou a perda desse hábito que são prejudiciais.

Como cerca de 70% do cálcio da alimentação humana vêm do leite e seus derivados é importante mantê-lo moderadamente na dieta. Em caso de necessidade de reposição é importante a orientação de especialistas para a readequação dos hábitos alimentares. Entretanto, a nutricionista oferece algumas noções. “Uma alimentação rica em alimentos verdes escuros, leguminosas, tofu ou mesmo extrato solúvel de soja conhecido como leite de soja, poderá auxiliar na ingestão de cálcio”, frisa Danyela.

Outra orientação é incorporar hábitos saudáveis, como:
- Atividade física regular: estudos concluíram que o exercício físico é a chave para a construção de ossos fortes;
- Exposição ao sol em horários adequados por pelo menos 15 minutos: a vitamina D, sintetizada pela pele tem o papel de auxiliar a retenção e absorção do cálcio pelo organismo;
- Evite fumar: o tabagismo aumenta a perda óssea. Para prevenir a osteoporose é importante eliminar o cigarro de seus hábitos.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Tratamento da Osteoporose

Cálcio, Vitamina D, exercícios apropriados, exposição ao sol e, em alguns casos, medicações são importantes para manter a massa óssea e tratar a osteoporose pós-menopausa.Atualmente, nos Estados Unidos, a Tratamento Hormonal, o alendronato, risedronato, ibandronato e raloxifenosão aprovados pela US Food and Drug Administration (FDA) para a prevenção e tratamento da osteoporose pós-menopausa.
Recentemente mais um medicamento foi aprovado: TERIPARATIDEA calcitonina é aprovada somente para o tratamento.Mas o mais importante é o acompanhamento médico.Na osteoporose instalada é importante que sejam adotadas medidas simples para se evitar quedas tais como retirar tapetes, disposição adequada de móveis, evitar o uso indiscriminado de tranqüilizantes.
Hoje em dia está nascendo uma nova arquitetura para pessoas da terceira idade que evita a queda e o esforço em demasia respeitando as características desta população que, em breve, será a maioria.
Outro fator importante na terapia da osteoporose é a introdução de exercícios adequados e a exposição ao sol como terapia adjuvante. Não se deve proibir o portador de osteoporose de andar, caminhar, tomar sol pelo medo da fratura, mas adequar sua vida e reduzir seus riscos.